A Acréscimo Do Jovem No Mercado De Trabalho

10 Cursos Gratuitos Para quem Quer Começar um Negócio (e Não Entende Por Onde)

Podes não parecer, todavia existência de diplomata é agitada. Você precisa estar disponível 24h para o trabalho. Fique Conectado! Áreas Em Expansão São Boa Pedida Pra Cursos De Pós-graduação , reuniões com representantes de outros países ou uma negociação que não tem hora para encerrar, você deve suportar firme, tudo em nome de sua pátria. Entretanto também possui seu lado ótimo: você conhece A Condição Do Mercado De Serviço Pra Profissionais De Tecnologia Da Detalhes . 10 Informações Para Fazer Concurso Público conta mais sobre a profissão pro GUIA DO ESTUDANTE é João Mendes Pereira, diplomata há mais de 20 anos no Ministério de Relações Exteriores, chamado de Itamaraty.

Nos dias de hoje, ele é Coordenador-Geral de Focos Econômicos da América do Sul. Teste: Relações Internacionais é o curso que eu quero? A desejo de ser diplomata surgiu bem cedo para João Mendes Pereira . Seu pai era motorista do Itamaraty e, por conta disso, a família imediatamente tinha morado em diversos países.

Advertisement
  • Módulo 08 - Técnicas de Chute
  • Religião e Espiritualidade
  • Estudo em ciclos
  • Recebi aluguel de dezembro/2016 em janeiro/2017. Ele entra no IRPF de 2016 ou de 2017
  • Gestão de Segurança Privada
  • Profissional de controladoria /Controller
  • UNIVASF (Escola Federal do Vale do São Francisco) - Enem/Sisu

No momento em que jovem, inclusive, cursou parte dos estudos em uma universidade francesa. “Sempre foi meu enorme intuito de existência, desde os 10 anos. Queria seguir uma carreira que me possibilitasse morar fora, entender algumas culturas, não ser só um cidadão no Brasil, porém um cidadão brasileiro no mundo”, explica. Pereira é hoje em dia Coordenador-Geral de Assuntos Econômicos da América do Sul. No final do mês será promovido a Diretor do Departamento da Aladi (Associação Latino Americana de Integração) e Integração Econômica Regional. O Itamaraty, bem como os outros ministérios, tem tua sede em Brasília. E dá para estagiar durante a universidade?

O diplomata inclusive recomenda que o estudante tenha essa experiência antes de definir qual área seguir. Pra ele, isto foi importante pra tua escolha de trabalhar com assuntos da América do Sul. “Estagiei na assessoria internacional do Ministério da Indústria e do Comércio. Acompanhava estatísticas de comércio exterior, ajudava as empresas brasileiras a fazer contatos com outros países e participei, principalmente, do início do programa de integração da Argentina e do Brasil, o gérmen do que hoje é o Mercosul”, revela.

Como tornar-se um diplomata? Para trabalhar no Itamaraty, é necessário antes ser aprovado no concurso para o Instituto Rio Branco, responsável por treinar e capacitar os diplomatas brasileiros. No curso de Relações Internacionais, o diplomata conta que viu alguns conteúdos que costumam despencar no concurso do Rio Branco. Porém além do que é visto na graduação, é preciso entender muito mais para atravessar, devido à alta concorrência: Todo ano, cerca de 1500 pessoas disputam apenas vinte vagas. Teste: Tenho francês essencial, intermediário ou avançado? Teste: Qual é o meu grau de inglês: básico, intermediário ou avançado?

Advertisement

Deste modo, pra conquistar fazer o sonho de trabalhar no Itamaraty, Pereira estudou, e muito. Todos os dias revisava o conteúdo que era cobrado no concurso. Após formado, fez a prova quatro vezes, até ir. “Além de me aplicar no estudo de inúmeras línguas, eu só passei depois de amadurecer e perceber que mais considerável que escrever bem é ter um bom raciocínio”, disse. Após dois anos de curso no Instituto Rio Branco, ao entrar no Itamaraty, ficou automaticamente um diplomata. Todos os profissionais começam no cargo de Terceiro Secretário.

Após quatro promoções, ele é hoje Ministro de Segunda Categoria. O próximo passo é o último patamar da carreira, o de Concurso: Ferramenta Mental Ao invés Macete de Primeira Classe, mais conhecido como Embaixador. A rotina do profissional pode diversificar bastante. A existência do diplomata não é só no Brasil. Periodicamente é necessário viajar, até pra ascender na carreira, pois que cada grau do Itamaraty requer um número específico de horas no exterior.

Advertisement

O funcionário pode cuidar em países em que o Brasil tiver embaixadas, consulados ou missões junto a instituições internacionais. João Mendes Pereira atua na área econômica e neste momento serviu em cidades como Bruxelas (Bélgica), Montevidéu (Uruguai) e Lisboa (Portugal), além de neste momento ter feito viagens mais curtas para outros países.

Pode parecer uma existência com muito glamour, no entanto não é sempre que é simples viver em uma cultura bem desigual do Brasil. Pereira conta, tendo como exemplo, que o parto do primeiro filho foi uma desordem. “Eu e minha esposa estávamos morando em Bruxelas, e tive que levá-la a um hospital pela divisão do país que só se fala holandês, língua que eu não dominava.

Advertisement

A nossa médica no dia não estava na cidade. Minha esposa começou a ter contrações, todavia não tinha dilatação e estava nevando muito lá fora. Os holandeses são muito tradicionais nesta pergunta e privilegiam o parto normal. É uma cultura completamente diferente do Brasil. Minha mulher teve que passar mais de vinte horas sem anestesia até conceder a claridade.

Share This Story